primasinal curitiba

CARO É O QUE NÃO VALE

hotelaria Comments (0)

Não é raro que quanto se diga ‘isso aí é muito caro’, na prática, a intenção é dizer ‘isso não vale’. Esse livro é caro, esse curso é caro, esse produto é caro, essa ideia é cara, essa consulta é cara, este hotel é caro…Mas vamos lembrar que não há uma identidade direta entre ser caro e ter um alto preço. Dizer que algo tem um preço alto não significa obrigatoriamente que seja caro. Caro é aquilo que não vale. Se eu compro uma diária num hotel de categoria midscale (achando caro) e o atendimento e toda a estrutura são de hotel upscale, que lhe trouxe uma experiência exclusiva, isto não é caro.

Se eu compro algo que me ajuda a existir, que me ajuda a crescer, não é caro, ele pode ter um preço alto.

Caro é aquilo que não vale o que se está pagando. Uma coisa barata pode ser algo que tem um custo baixo, mas que não necessariamente tenha utilidade. Nesse sentido, mais do que barata, pode ser uma coisa fútil.

Há hotéis que não são caros quando valem bastante ou que têm uma experiência única e te proporciona a imersão; eles são caros se forem hotéis sujos, escuros, sem atendimento algum ou até mesmo não oferecem o que divulgam no website e nas redes sociais. 

Portanto, caro é aquilo que não vale.

Pin It

» hotelaria » CARO É O QUE NÃO...
On 15 de fevereiro de 2016
By

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

« »